Preparação para o Vestibular  

Isabela Siscari

Regente assistente do Coral Paulistano no Theatro Municipal de São Paulo, é Doutoranda em Música na USP, sob orientação de Ricardo Ballestero. Tornou-se Mestra em Música em 2020 pela UNICAMP, sob orientação de Angelo Fernandes. Tem trabalhado em montagens de óperas como Die Fledermaus, La Traviata, Gianni Schicchi, La Serva Padrona, A Flauta Mágica, O Elixir do Amor e Don Giovanni como pianista correpetidora, assistente de direção musical e/ou diretora de palco, junto à Orquestra Sinfônica da UNICAMP e ao Ópera Estúdio do IA-UNICAMP. Em 2017, foi pianista e regente assistente do coro infantil do Projeto Canarinhos da Terra e, em 2015, atuou como regente assistente do Coro do Departamento de Música do IA-UNICAMP. Teve como principais professores e orientadores Mauricy Martin (piano), Carlos Fiorini e Abel Rocha (regência); hoje é aluna de piano de Paulo Gazzaneo. Integra o Coro Contemporâneo de Campinas como membro do naipe de sopranos, regente assistente e produtora.

Kauê Norder

Campineiro, iniciou seus estudos de violão em 2007. Aluno de Carlos Wiik e Marli Rossin na escola Pró Música em 2009, ingressou no curso de licenciatura em música pela UNICAMP, 2010. Na UNICAMP teve aulas com Fábio Scarduelli (Violão Clássico), Luciano Simões (Canto Lírico e Opera Studio), Carlos Fiorini (Regência), José Mannis (Contraponto), e Denise Garcia (Harmonia) com a qual foi monitor PAD de Harmonia do Classicismo. Realizou projetos como professor de Técnica Vocal e Canto Coral em escolas PIBID-UNICAMP, Escola Livre Sofia e ONG TABA. Atuou como educador musical em projetos de ensino coletivo de música, como o Grupo de Violões da Casa do Lago (2015 -2017) e a Orquestra Infanto-Juvenil de Cordas da Escola Manoel José Gomes (2017-2018). Foi monitor e chefe de naipe no Coral Zíper na Boca, no qual participou da montagem da ópera “Elixir do Amor” pela UNICAMP no Theatro Municipal de Paulínia em 2016. Participou de masterclasses de Regência Coral e Orquestral com Simone Menezes (2013 e 2016) e Alexandra Arrieche (2015). Em 2014 estudou Regência Orquestral na Alemanha com o maestro Kiril Stankow.

Stephen Bolis

Stephen Coffey Bolis iniciou os seus estudos do violão clássico com Roberto Teixeira e o Maestro Eduardo Martinelli e mantem intensas atividades como pesquisador, intérprete, professor e produtor cultural na cidade de Campinas. Mestre, Licenciado em Música e Bacharel em Violão Clássico, atualmente realiza o seu doutorado tendo como foco o violonista Milton Nunes e a história do violão na cidade e região de Campinas, todos pela UNICAMP. Como camerista foi integrante da Camerata de Violões de Campinas, com quem gravou o CD Mosaicos (2019). Integra o quinteto Madureira Armorial, com quem gravou o CD Um homem vestido de Sol (2015), e, juntamente com o violonista Felipe Macedo, forma o Duo Mangabeira. Em junho de 2019 lançou o seu primeiro trabalho solo intitulado Stephen Bolis interpreta Antonio Madureira. É professor de violão, teoria e apreciação musical na Escola de Artes Pró Música, instituição onde também coordena a série Violão Ponteado e o Seminário de Violão Milton Nunes.